ADMINISTRAÇÃO APOSTÓLICA

This is a repeating event

SANTA EDVIGIS

16outAll DaySANTA EDVIGIS

Event Details

ORDO

Santa Edvigis, Viúva, III classe, branco (R3-V3).

Ofício: ordinário. – Matinas com único noturno, Leituras 1ª e 2ª (=2ª+3ª) da Escritura ocorrente Et congregáti, 3ª Leitura da festa Hedwígis, régiis, com Te Deum. – Vésperas da festa.

Missa: do Comum das Santas Mulheres Cognovi, com Glória, oração própria, sem Credo, Prefácio Comum. – Ou Missa própria da Pureza da Virgem Maria ou Nossa Senhora da Pureza (pro aliquibus locis), branco: Salve, com Glória, comemoração de Santa Edvigis, sem Credo, Prefácio de Nossa Senhora (Et te in festivitate).


 

SANTA MISSA

DIA 16 DE OUTUBRO

SANTA EDVIGIS

Viúva

III classe, com Glória, sem Credo, paramentos brancos

Missa do Comum das Santas Mulheres Cognovi, oração própria

INTRÓITO

(Sl. 118, 75 e 120)

COGNÓVI, Dómine, quia ǽquitas judícia tua, et in veritáte tua humiliásti me: confíge timóre tuo carnes meas, a mandátis tuis tímui. Ps. ibid., 1 Beáti immaculáti in via: qui ámbulant in lege Dómini. Gloria Patri.

CONHEÇO, Senhor, que os vossos juízos são equitativos e que me humilhastes com justiça. Esmagai as minhas carnes com vosso temor; os vossos Mandamentos inspiram-me temor. Sl. ibid., 1 Bem-aventurados aqueles que são imaculados nos seus caminhos e cumprem a lei do Senhor. Glória ao Pai.

COLETA

DEUS, qui beátam Hedwígem a sǽculi pompa ad húmilem tuæ Crucis sequélam toto corde transíre docuísti: concéde; ut ejus méritis et exémplo discámus peritúras mundi calcáre delícias, et in ampléxu tuæ Crucis ómnia nobis adversántia superáre: Qui vivis.

Ó DEUS, que inspirastes a Santa Edvigis a deixar as pompas do mundo para abraçar com fervor a humildade da vossa Cruz, concedei-nos pelos seus méritos e exemplos que aprendamos a esmagar as delícias caducas deste mundo e, abraçando a vossa Cruz, a vencer todas as adversidades. Vós que viveis e reinais.

EPÍSTOLA

(Pr. 31, 10-31)

Léctio libri Sapiéntiæ.

MULÍEREM fortem quis invéniet? Procul et de últimis fínibus prétium ejus. Confídit in ea cor viri sui, et spóliis non indigébit. Reddet ei bonum, et non malum, ómnibus diébus vitæ suæ. Quæsívit lanam et linum, et operáta est consílio mánuum suárum. Facta est quasi navis institóris, de longe portans panem suum. Et de nocte surréxit, dedítque prædam domésticis suis, et cibária ancíllis suis. Considerávit agrum, et emit eum: de fructu mánuum suárum plantávit víneam. Accínxit fortitúdine lumbos suos, et roborávit bráchium suum. Gustávit, et vidit, quia bona est negotiátio ejus: non exstinguétur in nocte lucérna ejus. Manum suam misit ad fórtia, et dígiti ejus apprehénderent fusum. Manum suam apéruit ínopi, et palmas suas exténdit ad páuperem. Non timébit dómui suæ a frigóribus nivis: omnes enim doméstici ejus vestíti sunt duplícibus. Stragulátam vestem fecit sibi: byssus et púrpura induméntum ejus. Nóbilis in portis vir ejus, quando séderit cum senatóribus terræ. Síndonem fecit et véndidit, et cíngulum tradidit Chananǽo. Fortitúdo et decor induméntum ejus, et ridébit in die novíssimo. Os suum apéruit sapiéntiæ, et lex cleméntiæ in lingua ejus. Considerávit sémitas domus suæ, et panem otiósa non comédit. Surrexérunt fílii ejus, et beatíssimam prædicavérunt: vir ejus, et laudávit eam. Multæ fíliæ congregavérunt divítias, tu supergréssa es univérsas. Fallax grátia, et vana est pulchritúdo: mulier timens Dóminum, ipsa laudábitur. Date ei de fructu mánuum suárum, et laudent eam in portis ópera ejus.

 

Leitura do livro dos Provérbios.

QUEM encontrará a mulher forte? Seu valor é maior do que o das pérolas que vêm dos confins do mundo. Nela confia o coração do seu marido, que por isso não lhe faltará proveito. Ela procurará praticar o bem, e não o mal, em todos os dias da sua vida. Ela procurará a lã e o linho, e, diligentemente, trabalhará neles com suas mãos. Ela é como um navio de mercador que traz de longe o seu pão! Levanta-se quando ainda é noite, e dá alimento à família e trabalho aos servos. Ela pensa em um campo, compra-o e planta uma vinha com o trabalho de suas mãos. Cinge com vigor os seus rins e reforça os seus braços. Examina e vê que seu negócio é bom e que sua lâmpada se não apagará durante a noite. Emprega suas mãos em trabalhos rudes e seus dedos no fuso. Abre a sua mão ao indigente e estende o seu braço ao pobre. Não receia na sua casa nem o frio, nem a neve, porque todos os seus usam veste forrada. Fabrica para si tapeçarias e faz os seus vestidos de bom linho e de púrpura. Seu marido será enobrecido, quando se sentar às Portas da cidade com os grandes da terra. Faz vestidos, que vende, e cintas, que entrega aos mercadores. Revestiu-se de coragem e de glória, e, alegre, aguarda o futuro. Fala com sabedoria e a sua língua é clemente. Vigia os caminhos de sua casa e não come o pão na ociosidade. Erguem-se seus filhos e a proclamam bem-aventurada, e seu marido também a louva: “Muitas filhas reuniram virtudes, mas tu excedeste-as”. Enganadora é a graça e vã é a formosura. Só a mulher, que teme o Senhor, será louvada. Dai-lhe o produto de suas mãos, e que a louvem às portas da cidade, por causa das suas obras.

GRADUAL

(Sl. 44, 3 e 5)

DIFFÚSA est grátia in labiis tuis: proptérea benedíxit te Deus in ætérnum. V. Propter veritátem et mansuetúdinem et justítiam: et de ducet te mirabíliter déxtera tua.

A GRAÇA foi derramada em vossos lábios: eis porque Deus vos abençoou para a eternidade. V. Por causa da vossa verdade, mansidão e justiça, a vossa dextra praticará maravilhas.

ALELUIA

(Sl. 44,5)

ALLELÚJA, allelúja. V. Spécie tua et pulchritúdine tua inténde, próspere procéde et regna. Allelúja.

ALELUIA, aleluia. V. Caminhai, pois, com beleza e com majestade; ide gozar a vitória e reinai. Aleluia.

 EVANGELHO

 (Mt. 13, 44-52)

Sequéntia sancti Evangélii secúndum Matthǽum.

IN illo témpore: Dixit Jesus discípulis suis parábolam hanc: Símile est regnum cœlórum thesáuro abscóndito in agro: quem qui invénit homo, abscóndit, et præ gáudio illíus vadit, et vendit univérsa, quæ habet, et emit agrum illum. Iterum símile est regnum cœlórum homini negotiatóri, quærénti bonas margarítas. Invénta autem una pretiósa margaríta, ábiit, et véndidit ómnia, quæ hábuit, et emit eam. Iterum símile est regnum cœlórum sagénæ, missæ in mare et ex omni génere píscium cóngreganti. Quam, cum impléta esset educéntes, et secus litus sedéntes, elegérunt bonos in vasa, malos autem foras misérunt. Sic erit in consummatióne sǽculi: exíbunt Angeli, et separábunt malos de médio justórum, et mittent eos in camínum ignis: ibi erit fletus et stridor déntium. Intellexístis hæc ómnia? Dicunt ei: Etiam. Ait illis: Ideo omnis scriba doctus in regno cœlórum símilis est hómini patrifamílias, qui profert de thesáuro suo nova et vétera.

 

Continuação do santo Evangelho segundo São Mateus.

NAQUELE tempo, disse Jesus aos seus discípulos esta parábola: “O reino dos céus é semelhante a um tesouro escondido no campo, o qual um homem achou e esconde; e, alegre por tê-lo achado, vai, vende tudo o que tem e compra o campo. Igualmente o reino dos céus é semelhante a um negociante, que busca pedras preciosas; e, achando uma de grande valor, vai, vende tudo o que tem e compra-a. O reino dos céus é ainda semelhante a uma rede que, lançada ao mar, prende toda a casta de peixes, e, estando já cheia, os pescadores puxam-na para a praia, escolhem os peixes bons para os vasos e jogam fora os maus. Assim será no fim dos tempos: virão os Anjos e separarão os maus do meio dos justos e os lançarão na fornalha ardente, onde haverá fogo e ranger de dentes. Compreendeis tudo isto?”. “Sim”, responderam eles. E Jesus disse-lhes: “Por esta razão todo o escriba instruído a respeito do reino dos céus, é semelhante a um pai de família, que tira dos seus tesouros coisas novas e velhas”.

OFERTÓRIO

(Sl. 44, 3)

DIFFÚSA est grátia in lábiis tuis: proptérea benedíxit te Deus in ætérnum, et in sǽculum sǽculi, allelúja.

A GRAÇA foi derramada em vossos lábios; eis porque Deus vos abençoou para a eternidade e para os séculos dos séculos.

SECRETA

ACCÉPTA tibi sit, Dómine, sacrátæ plebis oblátio pro tuórum honóre Sanctórum: quorum se méritis de tribulatióne percepísse cognóscit auxílium. Per Dóminum nostrum.

ACEITAI, Senhor, esta oferta que o vosso povo fiel Vos consagra, em honra dos vossos Santos, pelos méritos dos quais reconhece que tem alcançado a vossa assistência nas tribulações. Por Nosso Senhor.

Prefácio Comum.

 COMUNHÃO

(Sl. 44, 8)

DILEXÍSTI justítiam, et odísti iniquitátem: proptérea unxit te Deus, Deus tuus, óleo lætítiæ præ consórtibus tuis.

AMASTES a justiça e odiastes a iniquidade: eis porque o Senhor, vosso Deus, vos ungiu com o óleo da alegria, de preferência às vossas companheiras.

PÓSCOMUNHÃO

SATIÁSTI, Dómine, famíliam tuam munéribus sacris: ejus, quǽsumus, semper interventióne nos réfove, cujus sollémnia celebrámus. Per Dóminum.

TENDO saciado, Senhor, a vossa família com os dons sagrados, dignai-Vos favorecer-nos sempre pela intercessão daquela cuja Solenidade celebramos. Por Nosso Senhor.

 

 

more

Time

All Day (Segunda-feira)