ADMINISTRAÇÃO APOSTÓLICA

SÃO SILVESTRE

26nov2:01 pm2:01 pmSÃO SILVESTRE

Event Details

SÃO SILVESTRE

ABADE, FUNDADOR DOS BENEDITINOS SILVESTRINOS (1267)

III classe

Origem e zelo – São Silvestre, nascido em Osimo em 1177, pertencia à nobre família Gozzolini. Estudou direito em Bolonha e Pádua, mas logo abandonou os estudos jurídicos para se dedicar à teologia e à Sagrada Escritura. Seu pai ficou tão desgostoso com isso que, dizem, não lhe dirigiu a palavra durante dez anos. Silvestre foi nomeado cônego em Osimo. Lá ele trabalhou, até que seu zelo o colocou em conflito com seu bispo. Na verdade, o prelado levou uma vida pouco edificante e São Silvestre o acusou, com o devido respeito, mas com firmeza. O bispo, enfurecido, ameaçou privá-lo do seu benefício.

Vida contemplativa – Certamente isso não afetou muito o santo, pois já há algum tempo ele se sentia muito inclinado à vida contemplativa. Tal inclinação tornou-se imperativa quando Silvestre viu o cadáver apodrecido de um homem famoso pela sua beleza física. O mesmo se diz de São Francisco de Borja (falsamente) e de alguns outros santos.

Em 1227, aos cinquenta anos, São Silvestre renunciou ao seu grande benefício e retirou-se para um lugar solitário, a cerca de cinquenta quilômetros de Osimo. Lá ele viveu em grande pobreza e desconforto, até que o senhor local lhe ofereceu um eremitério melhor. Mas o local era muito úmido, então São Silvestre mudou-se para Grotta Fucile, onde se dedicou à penitência.

Fundador – Em 1231, decidiu fundar um mosteiro com os discípulos que já tinha. Assim, sobre as ruínas de um antigo templo pagão, construiu um mosteiro em Monte Fano, perto de Fabriano. São Silvestre deu aos seus monges a regra de São Bento em toda a sua austeridade. Pelo seu rigorismo em alguns pontos, nomeadamente em matéria de pobreza e também pela forma da sua organização, o ramo fundado por São Silvestre esteve sempre separado dos restantes ramos beneditinos.

Morte e culto – São Silvestre morreu aos noventa anos, depois de governar a sua congregação durante trinta e seis com muita prudência. Quando ele morreu, onze mosteiros, novos ou reformados, faziam parte da congregação. Muitos milagres foram realizados no túmulo do santo. Em 1275, as suas relíquias foram depositadas na igreja da abadia de Monte Fano, onde ainda se conservam. Em 1598, Clemente VIII incluiu o nome de Silvestre Gozzolini no Martirológio Romano.

Leão XIII estendeu a sua festa a toda a Igreja Ocidental. A congregação dos Silvestrinos é atualmente muito pequena. Seus membros usam hábito azul escuro.

(BUTLER Alban de, Vida de los Santos: vol. IV, ano 1965, pp. 420)

more

Time

(Domingo) 2:01 pm - 2:01 pm